Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nóias&Manias

" The most courageos act is still to think for yourself. Aloud " - Coco Chanel

Nóias&Manias

" The most courageos act is still to think for yourself. Aloud " - Coco Chanel

...

29.08.18, Catarina Sousa

eykyStqCFlv34D4EpUxVOA_store_header_image.jpeg

 

Se há coisa que estás férias me trouxeram, foi o relembrar do prazer que a leitura me dá. Já não me lembrava, de como me satisfaz ler um bom livro, uma boa história e juntamente com o livro fazer uma boa viagem. Espero agora não mais parar, mas a falta de tempo e o cansaço diário é matreiro. Mas temos de manter vivos estes bons hábitos se, os temos e se não os temos há que os criar. Quanto a mim não há melhor remédio para o stress, para a ansiedade, para o cansaço e até para a tristeza do que a leitura.

 

IMG_20180822_213148.jpg

 

A leitura destas férias foi um thriller maravilhoso de T. R. Richmond, que me surpreendeu muito pela positiva, uma morte que trás muita história e muita coisa escondida por desvendar e mais não digo, leiam e digam-me a vossa opinião. 

Mais de uma mão cheia.

11.08.18, Catarina Sousa

IMG_20180811_120036.jpg

 

 

Há muitas formas de gostar, amar e se sentir bem com o outro. E nós temos a nossa própria maneira de ser felizes, muita gente não entende mas também não é preciso só nós é que sabemos e só nós precisamos de saber.
Hoje neste dia, festejamos mais um ano, mais uma etapa, mais um obstáculo ultrapassado e mais um degrau no nosso caminho.
Não quero vir falar de amores perfeitos, porque para mim esses não existem, existem sim amores cheios de defeitos, intensos, por vezes chatos, angustiantes, inocentes e felizes.
Quero saber de ti como se de mim fosse, és meu, és eu e isso nunca ninguém me tirará.
Passamos mesmo por muita coisa juntos, e quando digo isto é mesmo no sentido literal nunca ninguém conhecerá esta parte de nós, apenas é só eu e tu.
Por isso parabéns, a nós a ti e a mim por mais este dia. É o nosso dia meu amor.
És hoje, como foste ontem e como sempre serás a minha pessoa ❤️

L'Oréal - Batom líquido Mate Lip Paint

10.08.18, Catarina Sousa

 

38897693_1320534561383569_8350109854483873792_n (2

 

Hoje o Post é para as beauty lovers, que adoram batons tanto quanto eu.
Aliás eu amo maquilhagem, não me maquilho todos os dias porque também gosto de me ver ao natural.
O importante é sermos felizes connosco mesmas com ou sem maquilhagem mas isso já são outros quinhentos, como quem diz um tema para outro post.


38911284_717781111894739_9159731852867534848_n.jpg

 

Hoje quero falar-vos dos batons que mais uso ultimamente, esta novidade da L'Oréal é para quem adora efeito mate mas ao mesmo tempo quer um efeito hidratante e um acabamento perfeito nos lábios. A L'Oréal trouxe uma inovação com esta linha Infalible Paint, um batom líquido com uma super concentração de pigmentos, super saturado e com ultra duração, este batom permite uma maior fixação numa só passagem, com resultado mate a vinyl e resiste a tudo, ou seja dura praticamente o dia inteiro
Os meus preferidos são:  212, 103, e o 204.

Agora partilhem comigo, se já usaram e o que acham. 
Quero saber também quais são os vossos favoritos.





"Quem quer saber da celulite?" C.O.

09.08.18, Catarina Sousa


0.jpg

 

 Até pode ser ridículo mas só tomei conhecimento do Tiago Mianda que assina como Conan Osiris a cerca de duas/três semanas  através de um amigo que ate se pode dizer que tem um basto conhecimento musical. Depois de muita insistencia da parte dele fui ouvir e ouvi o seu terceiro álbum Adoro Bolos todo de uma vez e fiquei fã, das batidas mas principalmente das letras.
É por causa da sua diversidade de matéria com que é construída a sua música, que tem sido unanimemente elogiado pela crítica. Definitivamente foi buscar referências como António Variações (com quem tem sido comparado) e de fado, funaná, música techno, Médio Oriente, ou bollywood.

 

 

Isto é tudo uma questão de hábito.

05.08.18, Catarina Sousa
 
 
Antes de tudo tu tens uma vida, tens uma essência. Tu ages e reage de terminada maneira, tu falas e ris de terminadas coisas que tu és tu. Um ser independente que vai criando as próprias maneiras, pensamentos e costumes.
Depois conheces alguém que faz virar a tua cabeça e mundo de pernas para o ar e ao inicio até te esqueces de ser tu, esqueces-te de fazer as coisas da forma que gostas, de falar as coisas e como sempre fizeste quase até deixas de pensar a tua maneira. É a fase do encantamento, da descoberta e não venham cá com tangas que não é assim, que somos sempre nós próprios e bla, bla, bla porque não é assim. Todos nós já passamos por isso é se calhar mais do que uma vez.
O problema é quando isso ultrapassa um determinado tempo e tu vais-te adaptando ao que te estás a tornar deixas de ter tempo para estar com quem sempre tiveste, deixas de ter tempo de fazer o que sempre te fez feliz (tipo coisas mínimas) como o teu próprio espaço e liberdade de fazeres o que te apetece sozinha ou com as tuas amigas de sempre porque tens sempre o amor contigo na cabeça ou as costas, até porque estás com a cabeça cheia de amor e de encanto ou estás a descobrir novos lugares , caminhos e pessoas porque é isso que o amor nos traz de bom também é a descoberta de coisas novas.
E não quer dizer que não sejas tu, que não sejas a tua essência mas vais abrindo mais de coisas que nem te a percebes.
Depois mesmo que o amor perdure, a fase da descoberta e do encanto acaba.
E tu começas a sentir falta das coisas de antes, começas a tentar fazer de novo mas ai bem a barreira do amor ele não está habituado a isso. E começam as discussões, ciúmes, brigas só porque desde início não foste tu e agora que queres ser pode existir mudança e isso gera o conflito.
Mas é mesmo tudo uma questão de hábito, tens de habituar o amor desde início desde o começo para que possam percorrer o caminho certo.
Mas isto serve/acontece para os dois que encontram (o as vezes) parvo do amor. É assim das duas partes.
Temos tendência a anular-nos um bocadinho, mas isso não pode mais acontecer, temos de fazer o que nos faz feliz o que nos faz sentir vivos ckaeo6que sempre respeitando o amor e tentar que as duas partes possam coexistir juntas.